Archive for Junho, 2008

h1

keep on going!

Junho 22, 2008

…só para dizer que estive fora e que gostei mesmo de ver que o site sobreviveu ao fim das aulas…mesmo em época de exames!!!!.

A bolsa de conceitos está a ficar mesmo estimulante, e as notícias e vídeos também. E começamos a ter diálogo para além da turma. Prometo voltar sempre, se vocês também.

Faço pausa agora porque me vou dedicar a acabar de ver os testes.

(Não reconheço a assinatura de alguns dos participantes: podem torná-las mais explícitas?)

Até breve!

MCS

h1

Refugiados Portugueses…

Junho 14, 2008

Lembram-se dos emigrantes portugueses que estavam no Canadá e que foram deportados desse país? Pois é, durante uma pesquisa pela internet, descobri que esses mesmos emigrantes portugueses que estavam no Canadá requeriam a permanência naquele país com o estatuto de refugiado. Se calhar alguns de vocês já sabiam, mas eu não o sabia. Na altura, até me lembro de pensar que este país estava sendo muito intransigente dado que, muitos desses emigrantes já tinham as suas vidas refeitas no Canadá e estavam contribuindo para a sua economia. Mas agora vejo de maneira diferente esta situação. Acho que se o mesmo se passasse aqui, o governo português faria exactamente o que fez o Canadá. Só não entendo como é que estes emigrantes conseguiram ludibriar o governo do Canadá. É assim tão fácil adquirir o estatuto de refugiado? Pelo o que eu sei refugiados, segundo a letra de lei da ONU, são aqueles que têm de fugir do seu país devido à guerra, genocídios, perseguições políticas com objectivo concreto de eliminação física dos oponentes aos governos locais, fomes, situações de calamidade em geral. É incrivel como (estes emigrantes) ainda tenham tido a coragem de pedir ajuda do governo português para interferir nesta situação. Eu compreendo perfeitamente que tenham ido para o Canadá à procura de uma vida melhor, mas chegar ao ponto de forjar o seu estatuto de refugiado para o fazer é demais. Tentar induzir em erro o governo do Canadá não me parece um acto de grande honestidade. Afinal, em Portugal também se está a tratar das situações dos ilegais, certo? É natural que nos outros países se proceda da mesma maneira. Como diz o ditado, quem anda à chuva molha-se… Enquanto isto, provavelmente alguns dos “verdadeiros refugiados” viram os seus pedidos negados devido já encontrar-se neste país uma grande quantidade de “refugiados portugueses”.

Daniela

 

h1

Ainda “o véu”…

Junho 14, 2008

Um livro recentemente editado – The Veil. Women Writers on Its History, Lore, and Politics, University of California Press – contém 21 ensaios de diferentes autoras sobre o significado do véu, no passado e no presente, em vários países, religiões e culturas.

“This groundbreaking volume, written entirely by women, examines the vastly misunderstood and multilayered world of the veil. Veiling- of women, of men, and of sacred places and objects-has existed in countless cultures and religions from time immemorial. Today, veiling is a globally polarizing issue, a locus for the struggle between Islam and the West and between contemporary and traditional interpretations of Islam. But veiling was a practice long before Islam and still extends far beyond the Middle East. This book explores and examines the cultures, politics, and histories of veiling. Twenty-one gifted writers and scholars, representing a wide range of societies, religions, ages, locations, races, and accomplishments, here elucidate, challenge, and/or praise the practice. Expertly organized and introduced by Jennifer Heath, who also writes on male veiling, the essays are arranged in three parts: the veil as an expression of the sacred; the veil as it relates to the emotional and the sensual; and the veil in its sociopolitical aspects. This unique, dynamic, and insightful volume is illustrated throughout. It brings together a multiplicity of thought and experience, much of it personal, to make readily accessible a difficult and controversial subject.” [Retirado do site da editora].

Website do livro: http://www.theveilbook.com/

CM

h1

Adiamento da data de entrega de trabalhos

Junho 11, 2008

A pedido de vários,  a data de entrega de trabalhos fica adiada para o dia 20 de Junho (impressos e entregues no secretariado)…

MCS

h1

A bolsa de conceitos está a crescer…

Junho 9, 2008

Aproveitem e partilhem…

Bom trabalho!        MCS       

h1

Brigadas da Paz- ONG

Junho 6, 2008

A Cátia F. colocou o seguinte post relativo às Brigadas da Paz – ONG (ver comment)

h1

Materiais para reler para o teste

Junho 6, 2008

Para além da consulta dos materiais gerais do blog, a lista de textos discutidos e, por isso, para reler para o teste, é a seguinte:

 

TEXTOS EM PAPEL

 

ABU-LUGHOD, L. 1991. “Writing Against Culture” in Recapturing Anthropology: working in the present. Ed. Richard G. Fox. Santa Fe: School of American Research

 

APPADURAI, Arjun. 1986. “Theory in Anthropology: Center and Periphery”. Comparative Studies in Society and History 29:356-61

1988. “Putting Hierarchy in its Place” Cultural Anthropology 3:36-49.

 

FISHER, W. F. 1997, “Doing Good? The Politics and Antipolitics of NGO Practices”. Annual Review of Anthropology. Vol. 26, pps 439-464

 

ISHAY, Michelin R., 2004. The History of Human Rights. From Ancient Times to the Globalization Era. Berkeley: University of California Press

1997.  The Human Rights Reader. Major Political Writings, essays, Speeches and Documents From the Bible to the Present.  Londres: Routledge

 

MALKKI, Lisa H., 1995, “Refugees and Exile: From “Refugee Studies” to the National Order of Things”. Annual review of Anthropology. Vol. 24, pps 495-523.

 

MESSER, Ellen 1993. “Anthropology and Human Rights”. Annual Review of Anthrology. 222. 221-249.

 

MERRY, Sally Engle,  1992 “Anthropology, Law and Transnational Processes”, Annual Review of Anthropology, Vol. 21, pps 357-379

 

SAHLINS, M. 1998. “Two or three things that I know about culture”. Journal of the Royal Anthropological Institute (N.S.)5, 399-421

 

SANTOS, Boaventura de Sousa, 1997. “Por uma Concepção Multicultural dos Direitos Humanos”. Revista Crítica de Ciências Sociais, Vol. 48, pps. 11-32 

 

TEXTOS DISPONÍVEIS EM PDF

 

ABU-LUGOD, Leila 2002. “Do Muslim Women really need Saving? ” American Anthropologist (108)3

 

 

CARDEIRA DA SILVA, Maria. 2008. ” A «guerra» contra MGF. Danos Colaterais” IN VÁRIOS- APF. 2008. Por Nascer mulher. Um outro lado dos Direitos Humanos. Lisboa:APF

 

CARDEIRA DA SILVA, Maria. No prelo, 2008. “Cultures, Rights and Religions. Small contributions from ethnography to great anthropological challenges.” Lisboa, CIDESC. 

  

ERIKSEN, Thomas Hylland, 1997. “Multiculturalism, individualism and human rights: Romanticism, Enlightenment and lessons from Mauritius”. In Richard Wilson, ed., Human Rights, Culture and Context. London: Pluto  

 

EXECUTIF BORDER AMERICAN ANTHROPOLOGICAL ASSOCIATION. 1947. Statement on Human Rights. American Anthropologist, Vol.49, Nº 4, pps 539-543.

 

 

FISHER, W. F. 1997, “Doing Good? The Politics and Antipolitics of NGO Practices”. Annual Review of Anthropology. Vol. 26, pps 439-464

 

HASTRUP, Kirsten e ELSASS, Peter, 1990. “Anthropology Advocacy. A Contradiction in Terms?” Current Anthropology, Vol. 31, Nº 3, pps 301-311

 

HUNTINGTON, Samuel P., 1993. «The Clash of Civilizations?» Foreign Affairs. Vol. 72, nº3.

 

MALKKI, Lisa H., 1996, “Speechless Emissaries: refugees, Humanitarism, and Dehistoricization”, Cultural Anthropology, Vol. 11, nº3, pps 377-404

1995, “Refugees and Exile: From “Refugee Studies” to the National Order of Things”. Annual review of Anthropology. Vol. 24, pps 495-523 

 

MESSER, Ellen 1993. “Anthropology and Human Rights”. Annual Review of Anthropology. 222. 221-249.

 

SCHEPER-HUGHES, Nancy, 1995. “The Primacy of the Ethical: Propositions for a Militant Anthropology”. Current Anthropology, Vol. 36, nº 3, pps 409-440

 

STEWARD, Julian H. 1948, “Comments on the Statement on Human Rights”, American Anthropologist . Vol. 50, nº2, pps 351-352.

 

STOLKE, Verena, 1995. “Talking Culture: New Boundaries, New Rethorics of Exclusion in Europe”. Current Anthropology. Vol. 36, nº1, Special Issue: Ethnographic Authority and Cultural Explanation. Pps 1-24.

 

WASHBURN, W. E. 1987, “Cultural Relativism, Human Rights, and the AAA”. American Anthropologist, Vol.89, pps 939-943

 

 

 

 

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 72 outros seguidores