Archive for Dezembro, 2009

h1

Apresentação em aula do texto de Boaventura Sousa Santos

Dezembro 16, 2009

Aqui podem consultar o PP que Fernado Camponês apresentou relativamente ao textos de Boaventura Sousa Santos, na aula de dia 15

Bom trabalho!

Anúncios
h1

Texto de Turner

Dezembro 9, 2009

Não me tinha dado conta de que o texto de Terence Turner que devíamos discutir amanhã juntamente com o de Boaventura Sousa Santos não estava disponível nos materiais da disciplina ( e pelos vistos não era a única…)

A Susana B. encontrou-o na Anthrosource, e fica aqui ….T. Turner . Obrigada Susana!

h1

afroreggae

Dezembro 9, 2009

Só para deixar aqui o link da ONG em discussão na aula anterior pela convidada Susana Durão.

http://www.afroreggae.org.br/

h1

Aula dia 10.12.2009

Dezembro 2, 2009

SANTOS, Boaventura de Sousa, 1997.  “Por uma Concepção Multicultural dos Direitos Humanos”. Revista Crítica de Ciências Sociais, Vol. 48, pps. 11-32 

TURNER, Terence, 1993. “Anthropology and Multiculturalism: What is Anthropology that Multiculturalists Should be Mindful of It?”, Cultural Anthropology. Vol. 8, nº 4, pps- 411-429.

h1

Dia 3 de Dezembro: Convidada Susana Durão

Dezembro 1, 2009

 Doutorada em Antropologia pelo ISCTE. Tem trabalho sobre policiamento, categorizações urbanas, carreiras sociais e relações de género na polícia urbana em Portugal. Recentemente editou “Patrulha e Proximidade. Uma etnografia da Polícia em Lisboa” (Almedina, 2008). Entre 2007 e 2008 foi bolseira de pós-doutoramento no Museu Nacional da Universidade Federal do Rio de Janeiro onde desenvolveu um projecto sobre ONGs, estado, mercado e globalização a partir de baixo no Brasil. Este projecto conduziu-a num extenso e intenso trabalho de campo junto de vários actores associados a ONGs que trabalham com o tema da violência urbana, que atingiram grande projecção mediática no Rio de Janeiro e acesso a invulgares recursos materiais desde os anos 90. Particular atenção tem sido dada à pesquisa do movimento cultural lançado pelo Grupo Cultural Afroreggae que a pesquisadora acompanhou nos diversos núcleos de favelas do Rio de Janeiro, em projectos em Belo Horizonte, festas, espectáculos e acções variadas. Neste percurso a investigadora chama a atenção para a centralidade das emoções. Estas formas de associação dependem da produção de lideranças afectivas, ondas de sentimentos, espectáculos de emoções e metáforas de Brasil para existir, multiplicar-se e atingir um certo sucesso. Este é um dos projectos que actualmente continua a desenvolver no ICS, como investigadora auxiliar, mantendo estreita colaboração com vários investigadores de universidades cariocas.

ICS/CRIA