h1

Aula de dia 30

Novembro 28, 2011

A sessão de dia 30 começa às 11h com a discussão dos textos de Vakil e Nina Tiesler relativos ao Islão em Portugal e segue, a partir das 12h, com o textos relativos aos Media e outros fenómenos globais .

Já estão também disponíveis os textos para a sessão seguinte (dia 2, Islão na África Sub-sahariana):

GEMMEKE, Amber b. 2009 “Marabout women in Dakar: creating Authority in islamic knowledge”. Africa 79 (1) Materiais da disciplina

LAUNA, Robert. 1997 “Spirit Media: the electronic media and islam among the dyula of northern Cote d’Ivoire. Africa 67 (3) Materiais da disciplina

SOARES, Benjamin F. e OTAYEK, René. (Eds) 2007.  Islam and Muslim Politics in Africa.Introd. Palgrave Macmillan Materiais da disciplina

2 comentários

  1. Na aula sobre o Islão em Portugal, falei da Comunidade Islâmica da Tapada das Mercês. Para quem tiver curiosidade em saber mais, deixo o link do site da associação: http://www.acitm.com/

    Joana Camurça


  2. Esta curta-metragem explica, em termos gerais a intolerância perante o hijab numa escola espanhola. A directora tenta chantagear a rapariga a nível emocional, pressionando-a a tirá-lo, a ser como os outros, impondo a sua ideia de ocidentalismo quando diz que fica muito mais bonita sem o hijab.
    Diz que, por a escola não ser religiosa, a rapariga tem de tirar o hijab, mas a rapariga explica que, apesar de ser muçulmana gosta de andar com ele e sente-se confortável com ele, transmite que lhe dá segurança.
    Quando se obriga uma rapariga a tirar o hijab, mesmo que esta tenha dito que é uma escolha dela e não de uma estrutura de autoridade (religião ou pais), está-se a ser intolerante para com a sua religião (não menos, os seus valores), considerando-se moralmente superior e, como vemos no final do filme, “cegos”. “Cegos” por repararmos que os colegas de turma expressam os seus valores, mas como não o fazem através de um hijab, ninguém os proíbe de o fazer. Expressa-se um valor quando se usa um boné, um gorro, rastas, fitas e piercings, simplesmente é tolerado porque o mundo ocidental não o associa a valores que estão relacionados com os valores religiosos que estão enraizados na sua cultura (tal como, neste caso o hijab está relacionado com o islamismo).



Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: