h1

“Matar é fácil”

Outubro 12, 2014

Novo artigo da Raquel Faria:

Matar é fácil

Na sala de espera de uma clínica olho para o lado e vejo esta capa. No interior começo a ler uma entrevista (que não terminei porque entretanto fui chamada) que foi feita a Fábio via facebook. As perguntas são meros exercícios do jornalista a tentar perceber qual o objectivo ou motivo da conversão deste indivíduo que mudou de nome e que segue agora as  palavras do sagrado Corão o qual como diz, lhe revela toda a verdade do mundo e que o esclareceu das muitas dúvidas que tinha…

como podemos observar estes acontecimentos que não são assim tão isolados ? Podemos falar de orientalismo ? Podemos ver a relação entre nós e o outro aproximar-se até que deixamos de ter esta divisão ? Ou podemos pensar, que tal como Fábio nos transmite, que está agora do outro lado e que vai lutar pelo que acredita e assume o lado do “outro” . Será que esta consciência se vai manter e cada vez acentuar mais o “nós” e os “outros” ou este contraste pode vir a ser diluído?

Raquel Faria

One comment

  1. …o ‘nós’ e os ‘outros’ e a arbitrariedade com que se estabelecem. Essa é, de facto, a raíz do problema.



Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: