Archive for Dezembro, 2014

h1

bom ano de 2015, com tudo o que vocês quiserem, e….

Dezembro 30, 2014

...já podem ver  as vossas avaliações finais, ao lado

Saibam que foi um gosto trabalhar convosco em 2014 !

Maria Cardeira da Silva

h1

Facebook e a opinião sobre o uso do hijab

Dezembro 19, 2014

Descobri esta imagem na rede social Facebook, e achei curioso tanto o que diz como os comentários feitos à mesma, com variadas opiniões sobre o tema, inclusive de uma “hijabi” (mulher que usa hijab)

Maria Cid

h1

Vaga de protestos da extrema-direita alemã contra a “islamificação” do país

Dezembro 15, 2014

Nos últimos meses têm-se assistido em várias cidades alemãs a um crescimento de uma retórica racista e anti-islâmica, que acompanha um aumento da imigração no país. Grupos como o PEGIDA (Patriotische Europäer gegen die Islamisierung des Abendlandes) – “Patriotas Europeus Contra a Islamificação do Ocidente”, criado em Outubro deste ano, tem organizado protestos às segundas-feiras que contam com milhares de participantes com slogans como: “pela preservação da nossa cultura” e “contra o fanatismo religioso“, mostrando o descontentamento com as vagas de imigração para a Alemanha.

Vários milhares marcharam em Dresden a semana passada contra a imigração, protestos que têm sido reproduzidos em outras cidades alemãs. É preocupante esta vaga de populismo anti-islâmico, e é de ficar atento à retórica usada por grupos como o PEGIDA, que afirma querer “preservar a cultura cristã e judaica” da Alemanha. Depois de um protesto islamofóbico violento em Outubro na cidade de Colónia, foi convocada uma marcha anti-racismo e pela tolerância religiosa.

Algumas notícias recentes:

No Público de hoje, sobre as manifestações e o seu carácter islamofóbico

http://www.publico.pt/mundo/noticia/as-manifestacoes-de-segundafeira-regressaram-a-alemanha-agora-contra-os-imigrantes-1679387

Na Aljazira sobre os movimentos da extrema-direita:

http://www.aljazeera.com/news/europe/2014/12/germany-sees-rise-far-right-extremism-20141214224121144683.html

Na Euronews sobre a manifestação organizada em defesa da tolerância religiosa e contra o racismo:

http://www.euronews.com/2014/12/15/cologne-shows-its-more-tolerant-side-and-stages-an-anti-racism-rally/

(Marta Vidal)

h1

Conferência dos 40 anos da Democracia “Religião, Tolerância e Pluralismo”

Dezembro 13, 2014

“Sheikh Munir, imã da comunidade islâmica de Lisboa, e D. Manuel Clemente, Patriarca de Lisboa, são os oradores da 11.ª conferência dedicada aos 40 anos da Revolução de Abril. Subordinado ao tema “Religião, Tolerância e Pluralismo”, o evento pretende abordar, num contexto pré e pós 25 de Abril, a tolerância e liberdade religiosa dos portugueses.”

Penso que esta apresentação nos bastaria para querer ouvir e discutir esta narrativa sobre tolerância e pluralismo, por dois representantes de comunidades religiosas (muçulmana e católica), bem na continuidade dos últimos textos que abordámos.
Atenção que é preciso inscrição, mas a entrada é livre. É no último dia de aulas!

http://www.fcsh.unl.pt/media/noticias/destaques/sheikh-munir-e-d.-manuel-clemente-debatem-201creligiao-tolerancia-e-pluralismo201d

Formulário de inscrição: https://docs.google.com/forms/d/10pEuoAb6JfQbRxsLqN6hNngLmJbP_qJ8YbeBpvWnJNQ/viewform

h1

Julgo que vale a pena olhar para esta notícia

Dezembro 10, 2014

http://www.dn.pt/inicio/globo/interior.aspx?content_id=4285999&utm_source=dlvr.it&utm_medium=facebook&page=2

Tendo em conta tudo o que vem a ser falado relativamente a adaptabilidades dos migrantes e dos países acolhedores, é assustador quando sociedades consideradas “civilizadas” admitem ter estes tipos de comportamentos em relação aos “outros”. Por muito que se possa explicar esta mágoa americana relativamente aos atentados é absurdo a falta de humanidade presente nestes actos bárbaros. Para além da noticia sugiro que olhem também para os comentários e observem a lamentável obsessão de certas pessoas pela sua religião e o desrespeito que mostram em relação a outras.

Ana Laura Morgado

h1

Estado Islâmico, segundo o maior portal de notícias brasileiro

Dezembro 10, 2014

Gostaria de compartilhar a sessão especial que o G1, maior portal de notícias brasileiro, fez sobre o Estado Islâmico. O site é parte das Organizações Globo, o maior conglomerado do setor de telecomunicações do país. Geralmente, esse tipo de sessão é feito para assuntos com bastante desdobramentos/recorrência e polêmica.

http://g1.globo.com/topico/estado-islamico

Este assunto ganhou bastante popularidade por lá depois que o filho de uma brasileira fugiu para se juntar ao grupo (http://globotv.globo.com/rede-globo/fantastico/v/brasileira-tenta-descobrir-paradeiro-do-filho-que-se-tornou-integrante-do-estado-islamico/3644552/). Logo depois que isso veio à tona, foi realizada uma grande reportagem explicando quem são, no que acreditam, os métodos utilizados e o que fizeram até então. Nas matérias o Fantástico (programa de notícias e entretenimento de alta audiência) refere-se ao Estado Islâmico como “grupo extremista mais brutal do mundo”.

http://globotv.globo.com/rede-globo/fantastico/v/conheca-a-origem-e-as-ambicoes-do-grupo-radical-estado-islamico/3584898/

Acho interessante comentar que eles fizeram questão de destacar que o EI não representa todos os muçulmanos, dando voz a líderes islâmicos de diferentes lugares – o mínimo que deveria ser feito sempre, mas que é negligenciado pela mídia tradicional constantemente. No entanto, continuam pecando em nunca apontar claramente os motivos que levaram ao desgosto pelos ocidentais, dando a entender que o ódio é gratuito e nonsense.

Camilla Pacheco

h1

Os dilemas a liberdade académica: votação moção anti BDS /conflito Israel-Palestina na AAA

Dezembro 10, 2014

 

ver mais aqui votando moção contra- boicote aaa