Archive for 19 de Abril, 2016

h1

Amanhã

Abril 19, 2016

dia 20.4.2016

A Honra. Como a Antropologia desenhou o Mediterrâneo. Um olhar feminino sobre as tribos: Veiled Sentiments entre os Awlad Ali. O jogo da honra e da vergonha segundo Bourdieu. A generificação da honra – nif e horma. Honra e indumentária

Textos em discussão:

ABU-LUGHOD, Lila. 1986 Veiled Sentiments. Honour and Poetry in a Bedouin Society. Berk. e A: U. of Calif. Press. Intr.,Cap2, 3. e Cap.8 Conclusão.

BOURDIEU, Pierre. [1972] 2002. Esboço de uma teoria da prática. Oeiras: Celta (cap.Honra e Vergonha)

h1

Por proposta de Virgínia V.

Abril 19, 2016
Boa tarde a todos e todas, O outro dia vi esta revista na cantina da FCSH sobre os Refugiados e pareceu-me interessante partilhar-lha convosco para também pensar sobre a situação real dos refugiados e poder relacionar isto com o acordo que o mês pasado teve a UE com a Turquia e a expulção masiva dos refugiados que chegam as costas da Grecia.
http://www.refugiados.acm.gov.pt/data/uploads/2015/10/REFUGIADOS_mag.compressed.pdf
¨A CAVERNA. Os refugiados são um tema sobre os quais todos(as) temos uma opinião. É um assunto de crescente importância social, política e mediática em que, frequentemente, a construção dos discursos assenta na perceção que nos chega pelas experiências pessoais, mas sobretudo, e cada vez mais, pela sua hipermediatização. Muitos pensadores têm refletido sobre este tema. Revisitemos, a este respeito, a Alegoria da Caverna de Platão […]. Também em torno dos refugiados existem cavernas (e mitos). Por isso, a necessidade de mostrar que a realidade é diferente daquela que percecionamos, é um desafio tão mais importante em tempos de crises humanitárias como a que vivemos. A história ensina-nos que são estes os tempos em que esta pedagogia mais necessária se torna. Desmontar mitos – como esta brochura nos propõe – implica desconstruir as sombras e observar a realidade de frente, desenvolvendo a narrativa correta em torno dos refugiados: com factos.¨
Pedro Calado. Alto-comissário para as Migrações.