Archive for Novembro, 2009

h1

Convenção dos Direitos das Crianças (CDC)

Novembro 25, 2009

Na sequência da aula apresentada pelo Professor Lorenzo no passado dia 24.11.09, venho aqui deixar os links para a Declaração Universal dos Direitos da Criança, adoptada pelas Nações Unidas em Novembro de 1989 e, ratificada por Portugal em Setembro de 1990.  Pareceu-me importante, daquilo que nos foi apresentado e discutido em aula, olhar de novo para o que pode significar criança de acordo com o contexto. Estamos então a referir-nos sempre ao mesmo: pensar (com)textos, contextos, no contexto. É importante que a Antropologia não faça Arqueologia (há maneira “antiga”), ou seja, não retire o objecto de estudo do seu contexto para poder estudá-lo em casa, numa atitude de descolamento e fragmentação das coisas para “melhor” ou mais “facilmente” as poder olhar.

Os links:

http://www.unicef.pt/docs/pdf_publicacoes/convencao_direitos_crianca2004.pdf

http://www.unicef.pt/artigo.php?mid=18101111&m=2

Anúncios
h1

Open Anthropology Cooperative

Novembro 25, 2009

A colega Inês Galvão enviou-me um link desta cooperativa de partilha, que tem grupos de interesses específicos, a que nos podemos juntar para ir percebendo o que está a ser produzido e pensado. Entretanto ao associar-me encontrei no grupo Anthropology and Children o professor Lorenzo Bordonaro e o autor que ele apresentou na aula: Tobias Hecht.

Se estiverem interessados, aqui fica o link:

http://openanthcoop.ning.com

h1

Para botar na agenda: seminário antropologia

Novembro 11, 2009

“Les nouveaux médias et l’usage de l’image dans les mondes musulmans d’aujourd’hui”

orador: Jean-Claude Penrad – EHESS, Paris

27 Novembro, 2009 – 15h00, Sala Polivalente (Instituto de Ciências Sociais)

Fonte
Sobre o autor clicar aqui.

DE MANHÃ, no mesmo dia às 11h, também no ICS, haverá projecção e discussão de um filme de jeanclaudePENRAD, com a sua presença.

h1

Saudi Arabia’s Small Steps for Women

Novembro 8, 2009

No texto “Do Muslim Women Really Need Saving?”, Lila Abu-Lughod coloca, a certo ponto, as seguintes questões:

“Can there be a liberation that is Islamic? And, beyond this, is liberation even a goal for which all women or people strive? Are emancipation, equality, and rights part of a universal language we must use?” (Abu-Lughod, 2002: 788)

artigo  “Saudi Arabia’s Small Steps for Women”, escrito pelo jornalista Andrew Lee Buthers, e publicado como reportagem de capa da edição europeia da revista Time de 19 de Outubro deste ano, poderá, de certo modo, contribuir ao debate proposto por Abu-Lughod e igualmente desenvolvido por Saba Mahmood noutras obras.

A partir de Riade, Buthers  examina  as  pequenas mudanças significativas que têm sido vivenciadas recentemente quanto ao papel da mulher na sociedade saudita. Não obstante o facto deste conjunto de medidas políticas “libertadoras” ter sido amplamente pressionado pelos Estados Unidos, será que se pode afirmar que o feminismo saudita se trata, na realidade, de um “feminismo islâmico”?

(Mais: vejam o excelente porfolio fotógrafico de Kate Brooks, que serve como excelente complemento ao artigo.)

PO

h1

Dia 10.11.2009

Novembro 8, 2009

Direitos sexuais e reprodutivos

Convidada: Alice Frade  APF

BELL, Kirsten , 2005  “Genital Cutting and Western Discourses on Sexuality” Medical Anthropology Quarterly, Vol. 19, Issue 2, pp. 125–148

SHELL-DUNCAN, Bettina 2008  “From Health to Human Rights: Female Genital Cutting and the Politics of Intervention.” American Anthropologist, Vol. 110, Issue 2, pp. 225–236

CARDEIRA DA SILVA, Maria. 2008. ” A «guerra» contra MGF. Danos Colaterais” IN VÁRIOS- APF. 2008. Por Nascer mulher. Um outro lado dos Direitos Humanos. Lisboa:APF

  • 2008. No prelo. “Cultures, Rights and Religions. Small contributions from ethnography to great anthropological challenges.” Lisboa, CIDESC. 
  • h1

    Dia 5.11.2009

    Novembro 4, 2009

    O Género Contra a cultura? O caso desafiante do «Feminismo e Feminismo Islâmico»

    MAHMOOD, Saba, 2005. “Teoria feminista, agência e sujeito liberatório: algumas reflexões sobre o revivalismo islâmico no Egipto”. Etnográfica. 2006.X,Nº1.

    MOGHADAM, Val 2002. “Islamic Feminism and its Discontents. Towards a Resolution of the Debate” Signs, Vol. 27-4. 1135-71 

    h1

    Dia 3.11.2009

    Novembro 2, 2009

    Direitos Humanos da Mulher e a retórica da «Salvação das Mulheres». 

    ABU-LUGHOD, L. 2002. “Do Muslim Women Really Need Saving?” American Anthropologist. 104 (3).